Tipografia: forma de ‘documentar’ palavra escrita

Por Gabriela Sodré
[email protected]

Dizem que com o computador a tipografia está acabando, mas na realidade, ela só está se adaptando às novas tecnologias.

Se analisarmos a etimologia desta palavra, ‘tipografia’ significa a impressão dos tipos.
Melhor dizendo, tipos são as fontes que usamos nas principais ferramentas de comunicação como, por exemplo, computador e celular.
Alinhamento, espaçamento, classificação e elementos das fontes, tudo isso faz parte do processo tipográfico.

Linotipo: uma das formas de impressão, neste caso, a da primeira capa do O MUNICIPIO (Daniela Prado/O MUNICIPIO)

A reportagem do O MUNICIPIO conversou com a historiadora Juliana Dominato Martins, para saber um pouco mais sobre a história.

Juliana conta que o processo de criação na composição e impressão de um texto, seja ele impresso ou digital, conhecido como tipografia, surgiu no ano de 1450, criado pelo alemão Johannes Gutenberg e chegou de forma clandestina no Brasil em 1634.

“O dia 5 de janeiro é marcado como a data oficial da criação da primeira tipografia no Brasil”, disse.

Quase cem anos depois, houve sua oficialização, em 1808, com a vinda da família real — antes disso, sua utilização era proibida.

“Ela [tipografia] chegou ao Brasil por volta de 1634, na cidade de Recife, ainda de forma clandestina, pois qualquer tipo de impressão e informação que não era condizente com as da igreja católica, era vista como ameaça. Em 1808, com a vinda da família real para o Brasil, a tipografia passou a ser validada. A impressão mais antiga de que temos notícia até os dias atuais é a da Bíblia Sagrada” Juliana comentou, sobre a história da tipografia no Brasil.

Ao longo do tempo, a tipografia foi evoluindo, e hoje está relacionada ao estilo de caracteres e formatos, tamanho e arranjo visual de um projeto gráfico, mas nem sempre foi assim.

“A tinta é colocada no tinteiro, que molha o rolo principal, o mesmo molha outros dois rolos menores que ficam em um trilho. Dessa forma, a prensa com a matriz levanta, o trilho desliza por baixo e os rolos transferem a tinta. Quando isso acontece, carimba-se o papel, efetuando a impressão”, Juliana descreveu como é o processo.

A historiadora recorda que a tipografia sempre esteve presente na história e tem a devida importância, principalmente para projetos gráficos e a escrita.

Para Juliana, trata-se de um processo que ainda continua contribuindo para a escrita.

“A tipografia revolucionou vários períodos da história, sempre tendo em vista a sua importância como meio de comunicação. Hoje a tipografia é um dos elementos mais importantes para qualquer projeto gráfico de designer”, acrescentou.

Ainda para a historiadora é graças à tipografia e seus diferentes formatos de letras que se pode perceber a evolução da escrita, inclusive nos tempos atuais, em que sua relevância permanece.

“A tipografia tem, sim, sua devida importância no desenvolvimento e evolução da escrita, saindo da conceitual para a contemporânea”, finalizou.

Assine O MUNICIPIO impresso ou digital

Telefone: (19) 3633-1666
WhatsApp: (19) 9.8332-0607

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here