Governador não vem a São João e alça viária continua indefinida

Por Bruno Manson
[email protected]

Prevista para esta sexta-feira (1º), a vinda do governador Rodrigo Garcia (PSDB) para a assinatura da ordem de serviço da construção da alça viária não ocorreu, conforme havia anunciado recentemente a prefeita Maria Teresinha de Jesus Pedroza (União Brasil).

Reivindicação antiga da população sanjoanense, a obra visa trazer mais segurança na rodovia Governador Doutor Adhemar Pereira de Barros (SP-342), no trecho de acesso à Faculdade de Engenharia da Unesp, saída do município para Espírito Santo do Pinhal.

Eapic: secretário de Agricultura Francisco Matturro prestigiou a abertura da exposição (Reprodução/Câmara Municipal)

Aguardado para participar da abertura da 47ª Eapic (Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de São João da Boa Vista), ele cumpriu agenda em Cotia (SP) e em São Paulo (SP) durante o período da manhã. Nos bastidores políticos, a falta de Garcia foi vista como uma ação estratégica. “Se ele viesse a São João, teria que ir na obra colocar a pedra fundamental, correto? Se ele fosse, começaria a correr prazo. Não veio para não assumir compromisso, afinal, a obra é contrapartida da Renovias via Artesp”, comentou uma fonte extraoficial, ouvida pelo O MUNICIPIO.

ANTERIORMENTE

Em 26 de janeiro de 2020, quando ocupava o cargo de vice-governador, Garcia esteve em São João e anunciou a criação da alça viária no trevo de acesso ao campus da Unesp. O anúncio ocorreu durante a inauguração da Cidade das Artes e do Centro Dia do Idoso.

Passados nove meses, em plena pandemia da Covid-19, com a inauguração do atacadista Spani e a liberação parcial da avenida Professora Isette Côrrea Fontão, o trânsito no trecho da SP-342 aumentou consideravelmente, gerando um risco maior de acidentes. Na época, o projeto da alça viária ainda se encontrava sob análise da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a antiga administração relatou que apenas aguardava por um posicionamento do Governo Estadual.

Assim que assumiu a administração municipal, Teresinha vinha buscando uma solução junto a Garcia e também com o apoio deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil).
Recentemente, a prefeita conversou diretamente com o governador no Palácio dos Bandeirantes, o qual teria se comprometido a emitir a ordem de serviço, com início imediato das obras da alça viária a contar de 1º de julho. A previsão era de que os trabalhos começassem cerca de três meses antes do 1º turno das eleições, marcado para 2 de outubro.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here