DIG detém dupla e apreende R$ 4.510 em notas falsificadas

Por Bruno Manson
[email protected]

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) deteve dois suspeitos de passarem notas falsas em São João da Boa Vista. A prisão ocorreu na terça-feira (22) e resultou na apreensão de R$ 4.510 em cédulas falsas. Conforme apurado, a dupla já era vigiada pela Polícia Civil e foi surpreendida enquanto tentava aplicar o golpe na feira popular da Vila Brasil, na região do DER.

Em meio à operação, a equipe policial abordou os indivíduos após terem comprado alguns produtos de baixo valor de três feirantes que trabalham no local. O pagamento foi feito com notas falsas, possibilitando assim que os estelionatários obtivessem vantagem financeira com o troco entregue pelos comerciantes.

Suspeitos vinham sendo monitorados e foram flagrados repassando o dinheiro falso para comerciantes na Vila Brasil (Divulgação/Notícias Policiais)

Durante o flagrante, os suspeitos foram detidos, sendo as cédulas falsas apreendidas e o dinheiro verdadeiro devolvido aos feirantes. Dando continuidade aos trabalhos de apuração, os investigadores realizaram uma busca domiciliar na casa de um dos detidos, onde encontraram R$ 4.510 em notas falsas, as quais também foram apreendidas.

HISTÓRICO DE GOLPES

A dupla de estelionatários foi encaminhada à sede da Polícia Federal (PF), em Campinas (SP), assim como o dinheiro falso apreendido. Conforme apurado, há pouco mais de um mês, um deles já tinha sido preso por policiais federais naquela cidade pela prática do mesmo crime. O golpista também era procurado pela Polícia Civil de Minas Gerais, uma vez que é suspeito de espalhar notas falsificadas em vários municípios mineiros. Como já havia um mandado de prisão contra ele, os investigadores da DIG passaram a monitorar seus passos, até a notícia certeira de seu paradeiro.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here