Motos com escapamentos adulterados trazem transtornos

Por Marcelo Gregório
[email protected]

Com base no relato de uma moradora do bairro São Benedito, em São João da Boa Vista, alegando certo incômodo com o barulho provocado por motos com escapamentos adulterados, a reportagem do O MUNICIPIO procurou a Polícia Militar para saber quais medidas poderão ser tomadas para coibir o transtorno gerado por condutores imprudentes no trânsito da cidade.

Aborrecida com a situação, em nome dos demais moradores, ela pediu providências às autoridades municipais. “Motoqueiros aceleram sem necessidade e fazem ‘exibições’ com as suas motos. As bicicletas motorizadas que não precisam de autorização e os seus pilotos se acham no direito de rodarem o dia inteiro acelerando sem necessidade. [É um] barulho irritante e ensurdecedor”, reclamou a munícipe.

Irregulares: escapamentos barulhentos de motocicletas têm tirado o sossego de muitos cidadãos sanjoanenses (Banco de Imagens/Marcelo Gregório)

MOTOS APREENDIDAS

Segundo o sub-comandante do 24º Batalhão de Polícia Militar do Interior Paulista (BPMI), major Rodrigo de Oliveira Carneiro, neste ano houve a fiscalização de 2.244 motos em São João. Do total, 982 apresentavam condições irregulares. “Foram lavrados os respectivos autos de infração e 135 delas foram apreendidas por diversas irregularidades, notadamente pelo ruído ou som irregular, produzido pela saída do escapamento”, explicou Carneiro.

CONTRAN

O sub-comandante afirmou que os condutores nessa situação devem ficar atentos para não serem surpreendidos. “Aproveitando o espaço dado pelo jornal O MUNICIPIO, a Resolução do Contran [Conselho Nacional de Trânsito] nº.: 958, de 17 de maio de 2022, trata sobre os limites de emissões de gases e partículas do escapamento de veículos automotores e atribui como competência de fiscalização dessas condições, além de outros agentes de trânsitos, o policial militar em serviço”, destacou o major.

MULTAS E PONTOS

Motociclistas que adulteram o escapamento, além de incomodarem a população, também estão suscetíveis a autuação e aplicação de multas, assim como a perda de pontos na carteira de habilitação. “A infração é classificada como grave e resulta na multa pecuniária no valor de R$ 195, cumulada a sete pontos na carteira de motorista, sem prejuízo de eventual retenção do veículo nos casos que requerem a sua regularização”, alertou Carneiro.

FISCALIZAÇÃO NATAL

Nos próximos dias, a movimentação durante a noite na região central de São João deve ser mais intensa em razão das proximidades do Natal. Desta forma, a PM pretende intensificar a segurança. “Neste período festivo, onde o comércio local estará aberto por mais tempo, dada a programação de eventos natalinos, a Polícia Militar manterá os esforços de modo a coibir qualquer atividade criminosa que atente contra a integridade física, patrimonial ou perturbação de sossego da população, incluindo a continuidade da fiscalização de trânsito, a fim de ampliar a sensação de segurança e tranquilidade dos munícipes durante as compras e festividades natalinas”, tranquilizou o sub-comandante do 24º BPMI.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Certo, e as bicicletas motorizadas, onde os “di menor” se no direito de arrancar o escapamento e deixar descarga livre, aporrinhando toda a vizinhança? Esses não tem placa, não tem cnh, não tem nada, como fica? Vamos esperar algum deles se enfiar na frente de um carro ou atropelar alguém?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here