São João tem saldo negativo no Caged e aumento de MEIs

Por Bruno Manson
[email protected]

Mensalmente realizado, o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apontou que São João da Boa Vista teve um saldo negativo na geração de empregos. A atualização tem como base o período de abril.

Neste mês referência, o município contabilizou 763 admissões, porém, teve 1.155 demissões registradas, fechando com saldo negativo de 392 vagas. No acumulado do ano de 2022, foram 3.463 admissões e 3.719 demissões, resultando em um saldo negativo de 256 vagas.

Mercado de trabalho: Osires Colosso Filho comentou atual panorama e falou das ações desenvolvidas no setor (Divulgação/Prefeitura de São João)

Paralelamente a isto, o Caged também fez a análise do período de 12 meses – que compreende entre maio de 2021 a abril deste ano. Nesta análise, São João aparece com bons números na geração de empregos. Foram 10.328 admissões e 9.928 desligamentos contabilizados nesta época, resultando o saldo positivo de 400 vagas.

MEIs

Em entrevista ao O MUNICIPIO, o diretor Osires Colosso Filho, responsável pelo Departamento de Desenvolvimento Econômico, comentou que o saldo do Caged não era computado antes da atual gestão municipal, uma vez que o PAT (Programa de Amparo ao Trabalhador) não funcionava de forma adequada. “Atualmente, com a vinda do PAT para o Departamento de Desenvolvimento Econômico, temos diversas ações em prol dos trabalhadores, como é o caso do Emprega São João, que tem obtido sucesso na abertura de oportunidades”, disse.

De acordo com ele, atualmente muitos empregadores estão negociando com seus antigos funcionários, para que abram cadastro de MEI (Microempreendedor Individual). Com isso, o trabalhador é demitido e recontratado, numa nova modalidade contratual, como prestador de serviço mediante nota fiscal, como pessoa jurídica. “Nos últimos cinco meses, isso ficou bastante evidente, pois foram abertos mais de 1.300 novos registros de MEIs em nosso município e isto não aparece nas estatísticas do Caged, que se baseia no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), que é gerido pela Previdência Social”, explicou o diretor.

SEGURO-DESEMPREGO

De acordo com Osires, isso também fica claro pela emissão de pedidos de seguro-desemprego em São João. Para se ter ideia, de janeiro a março de 2022 foram 295 pedidos do seguro que tramitaram pelo Departamento de Econômico. “Este é mais um número que mostra o ingresso destes antigos trabalhadores como prestadores de serviços – MEIs –, já que quem se registra como pessoa jurídica não pode requerer o seguro. Então, se as estatísticas do Caged refletissem, de fato, um cenário de desemprego e de queda nas oportunidades, o número de pedidos de seguro estaria crescendo”, observou.

PESQUISA

O Departamento de Desenvolvimento Econômico tem realizado uma pesquisa sobre a dificuldade em se encontrar empregos com carteira assinada. “Junto aos empregadores, estamos investigando as causas da dificuldade em abertura de vagas no modelo tradicional.

Após o resultado deste levantamento, que está sendo feito em campo pelos nossos agentes, teremos um enfoque de nossas ações de qualificação”, adiantou o diretor.

OPORTUNIDADES

Diante do atual panorama, Osires destaca a realização do Feirão do Emprego, que visa auxiliar a população junto ao mercado de trabalho e que será realizado dentro da Eapic (Exposição Agropecuária Industrial e Comercial de São João da Boa Vista) e em outros eventos municipais.

Além disso, ele também destaca o que o Emprega São João tem, hoje, 173 vagas abertas em diversos níveis. Para se cadastrar, basta acessar o site do Emprega São João.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here