Maior doação de campanha chega a R$ 200 mil

Eleições 2020: candidatos a prefeito investem nas campanhas em São João da Boa Vista (Divulgação/Aldeia Criativa)

O maior valor para campanha dos candidatos a prefeito de São João da Boa Vista chega até R$ 200 mil, conforme consta nas prestações de contas disponibilizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dados são parciais e referentes à primeira prestação de contas, cujo prazo se encerrou no dia 25 de outubro.

Os valores têm sido utilizados para a confecção de materiais de campanha, santinhos, adesivos, gravações de vídeos, transporte de equipes e outros gastos relacionados ao pleito. Todas essas informações são abertas ao público e podem ser acessadas por meio do site DivulgaCandContas [divulgacandcontas.tse.jus.br].

Com base nesses dados registrados pelos candidatos, o jornal O MUNICIPIO fez um levantamento das receitas declaradas ao TSE, ranqueando-as dos maiores aos menores valores. Confira:

 

MAIORES VALORES

A maior receita pertence a Patrícia Magalhães (PSDB). A candidata tem registrado o total recebido de R$ 205.600. Conforme consta no sistema, quase todo este montante foi doado pela direção nacional do PSDB, que repassou R$ 200 mil.

Maria Teresinha de Jesus Pedrosa (DEM) tem a segunda maior receita entre os candidatos a prefeito. Ao todo, ela tem contabilizado R$ 100 mil, valor que foi encaminhado pela direção nacional do DEM para a realização da campanha.

 

VALORES MEDIANOS

Com o lema “Campanha sem gastança”, o professor Francisco Arten (PSD) tem contabilizado o total de R$ 41.248 em receita. A campanha tem como maior doador o médico José Sabino Neto, que concorre como candidato a vice. Ao todo, ele doou R$ 19 mil.

O médico José Eduardo dos Reis (PSB) registrou a receita de R$ 24.310 neste pleito. A direção municipal da Comissão Provisória do PSB foi responsável por R$ 9.310, o maior montante doado para o candidato.

 

MENORES VALORES

A comerciante Elenice Vidolin (PSOL) tem uma receita totalizando R$ 5.874,91. De acordo com o sistema do TSE, a direção estadual/distrital do PSOL doou R$ 4.174,91 para a campanha da candidata.

Já o agente internacional de negócios Nelson Santos (PSL) é o candidato a prefeito que possui, até o momento, a menor receita contabilizada. Ao todo, ele recebeu o total de R$ 3.960, sendo que maior parte do dinheiro foi doada pelo próprio vice Alan Magalhães, o qual repassou R$ 2.350.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here