Estação das Artes recebe Festival de Teatro Leilah Assumpção

A tão esperada Estação das Artes, obra que restaurou a Estação Ferroviária de São João da Boa Vista, abrirá as portas para o primeiro evento no dia 25 de agosto. Neste dia, duas peças serão apresentadas no Festival de Teatro Leilah Assumpção.

As atrações vão ser realizadas no anfiteatro do local, com capacidade para 165 pessoas, espalhadas em uma estrutura de 500 m², a qual atende todas as normas de acessibilidade, segurança e as determinações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O anfiteatro ainda conta com palco de dimensões de 70 m², camarins, banheiros e corredores adequados.

Além deste espaço, a Estação das Artes conta com sala de múltiplo uso, ampla sede da Academia de Letras de São João da Boa Vista, Espaço Fernando Arrigucci e uma sala específica para o Departamento de Cultura.

Anfiteatro: espaço tem capacidade para comportar 165 pessoas, espalhadas em uma estrutura de 500 m² (Foto: Reinaldo Benedetti/O MUNICIPIO)

O Diretor de Cultura da Prefeitura, Hélio Fonseca, revela que a Estação das Artes está toda adaptada para pessoas com deficiência e equipada com energia solar.

A Estação Ferroviária de São João foi aberta em 1886, construída por Nicolau Rehder, que também arquitetou a de Poços de Caldas e, três anos mais tarde, a de Espírito Santo do Pinhal. É uma estação muito grande e comprida, por causa dos armazéns acoplados a ela. Quem olha para a entrada da estação vê os armazéns à sua direita.

(Foto: Reinaldo Benedetti/O MUNICIPIO)

Este prédio atual não é mais o original de 1886, de tijolinhos aparentes e com um segundo andar bem menor do que o primeiro (muito parecido com a estação de Aguaí); este atual deve ter sido construído nos anos 1930, pelo seu estilo. Em seus desvios ainda estacionam muitos vagões do ramal de Caldas.

CIDADE DAS ARTES
Outro espaço cultural que está sendo construído em São João da Boa Vista é o Parque Urbano Municipal Espaço Jovem Osmar Garcia. Conhecido como Cidade das Artes, ele está localizado nos galpões do Ceagesp.

A reportagem do O MUNICIPIO visitou o local na manhã de quinta-feira (9) e constatou que as obras estão bastante adiantadas. Hélio Fonseca diz que a previsão é entregar este complexo em 2019, o que vai descentralizar bastante a cultua da cidade.

Cidade das Artes: espaço cultural Parque Urbano Municipal Espaço Jovem Osmar Garcia está sendo construído nos galpões da Ceagesp, em São João (Foto: Reinaldo Benedetti/O MUNICIPIO)

Por lá estão sendo construídos 5 grandes ambientes. O primeiro é onde será instalada a Biblioteca Pagu, hoje em um local adaptado no centro de São João. O novo espaço já é bem mais amplo e moderno, contando com sala de informática e uma sala com isolamento sonoro para leitura.

Logo ao lado, haverá um grande espaço para exposições maiores, além de abrigar a sede do Departamento de Cultura. A Cidade das Artes ainda contará um anfiteatro para 250 pessoas, uma sala de múltiplo uso e um cinema com 70 lugares.

(Foto: Reinaldo Benedetti/O MUNICIPIO)

Após a inauguração deste dois complexos, São João, acredita Hélio Fonseca, será uma das cidades do interior com melhor estrutura física na área cultural. “O prefeito Vanderlei tem apoiado muito a cultura e São João vai ser uma cidade diferenciada”.

Reportagem: Reinaldo Benedetti

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here